Sentimento do mundo: Poeta canta o desespero de um mundo em guerra, certo de que o homem pode mudar

31/08/2013 11:22

Oscar d'Ambrosio* 

Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Poeta, contista e cronista, Carlos Drummond de Andrade (Itabira, MG, 1902 - Rio de Janeiro, 1987) é um dos mais importantes escritores brasileiros. Publicado em 1940, Sentimento do mundo é um dos marcos em sua carreira pelo número de poemas de qualidade que reúne e por ser, em diversos aspectos, o retrato de uma época.

O livro, terceiro do poeta, traz 28 poemas produzidos entre 1935 e 1940. Os principais elementos em comum são o olhar crítico sobre a realidade circundante e um tom marcadamente político. O livro precisa ser contextualizado num período entre a 1a Guerra  (1914-18) e a 2a. Guerra Mundial (1939-1945), dominado pelo pessimismo.

O grande tema é uma experiência coletiva trágica da humanidade. Há uma necessidade de solidariedade social num momento em que predomina a capacidade da arte, por exemplo, de contribuir para uma sociedade mais justa e equilibrada em todos os seus traços.

O sentimento do poeta é de que a liberdade é essencial para a convivência harmoniosa entre as pessoas, terminando com qualquer tipo de preconceitos. O egoísmo, que teria sido fundamental na escolha dos caminhos dos combates armados, precisaria ceder espaço a novos valores.

A arte passa a ser vista como uma atividade conectada com o mundo e não como uma ação sem interação social. No lugar de uma espécie de válvula de escape de uma sociedade que lhe é adversa, os versos passariam a ter um papel determinante na comunicação entre as pessoas para defender idéias.

Existe a convicção de que os indivíduos podem mudar o mundo, mas não se pode confundir isso com excesso de otimismo. A revolução, a utopia, o amor e a comunhão entre todos encontram resistência no pessimismo de muitos e em valores arraigados baseados no egocentrismo.

Sofrimento e dor pela busca de um mundo ideal que não existe, aliados à esperança de que isso aconteça, dão o tom ao conjunto de textos. Nesse sentido, o futuro é apontado como uma possibilidade constante de redenção para um presente ainda conturbado.

Solidão e fragilidade são assuntos muito presentes nas páginas do livro. Há então críticas à burguesia e a um raciocínio regido por valores monetários. Nesse aspecto crítico, Drummond aproxima-se de Oswald de Andrade não tanto na forma, mas na maneira de conceber a sociedade capitalista como algo vazio de conteúdo.

Certos poemas merecem leitura atenta. “Menino chorando na noite” adota a criança como símbolo da vida; “Morro da Babilônia” apresenta o espaço da favela como uma mistura de horror e ternura; e “Congresso internacional do medo” coloca esse sentimento como dominador (“Provisoriamente não cantaremos o amor, que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos. Cantaremos o medo que esteriliza os abraços...”).

“Brinde no juízo final”, que homenageia os poetas populares contra os acadêmicos e defende que a poesia é feita tanto de assuntos e vocábulos nobres, como de palavras e fatos e reflexões cotidianos; e “Privilégio do mar”, ao alertar que aqueles, como ele mesmo, que, não atingidos pela miséria social, não se mobilizam e permanecem privilegiados e encastelados em suas moradias burguesas, são outros poemas importantes de um livro paradigmático na literatura brasileira do século XX.

Veja também

Rosa do Povo

Memórias de um Sargento de Milícias

O cortiço

A cidade e as serras

Vidas secas

Capitães da Areia

Til

Viagens na minha terra

Memórias póstumas de Brás Cubas

Oscar d'Ambrosio* 
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação *Oscar D'Ambrosio, jornalista, mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp), é crítico de arte e integra a Associação Internacional de Críticos de Artes (Aica - Seção Brasil).

 

Fonte: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/sentimento-do-mundo-poeta-canta-o-desespero-de-um-mundo-em-guerra-certo-de-que-o-homem-pode-mudar.htm

 

História

Guerra dos Canudos

03/01/2014 09:35
A chamada Guerra de Canudos, revolução de Canudos ou insurreição de Canudos, foi o confronto entre um movimento popular de fundo sócio-religioso e o Exército da República, que durou de 1896 a 1897, na então comunidade de Canudos, no interior do estado da Bahia, no Brasil. O...
Leia mais

Calendário

30/12/2013 12:07
Calendário é um sistema para contagem e agrupamento de dias que visa atender, principalmente, às necessidades civis e religiosas de uma cultura. A palavra deriva do latim calendarium ou livro de registro, que por sua vez derivou de calendae, que indicava o primeiro dia de um mês...
Leia mais

Tiradentes

27/12/2013 11:39
O Dia de Tiradentes é um feriado nacional brasileiro instituído em homenagem ao herói nacional Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido por Tiradentes (uma alusão ao seu ofício de dentista). História de Tiradentes Quem foi Tiradentes? Tiradentes foi um dentista,...
Leia mais

Tiradentes: personagem foi apenas "bode expiatório", diz jornalista

06/12/2013 10:58
A imagem de um líder revolucionário, mártir da independência do Brasil, uma espécie de Cristo cívico, atribuída aJoaquim José da Silva Xavier por uma tradição historiográfica que teve início no final do século 19 não corresponde à realidade histórica. Tiradentes, de acordo com o que se lê em...
Leia mais

22 de abril: Nem sempre se comemorou o descobrimento neste dia

06/12/2013 10:51
Nem sempre o descobrimento do Brasil foi comemorado a 22 de abril. Logo depois da proclamação da República e até a Revolução de 30, o evento, que era feriado nacional, celebrava-se no dia 3 de maio. Isso quer dizer que havia outro entendimento sobre a data em que as...
Leia mais

Abolição: Alforriados, negros ainda foram explorados como escravos

06/12/2013 10:42
No século 19, entre os anos 1830 e 1888, os escravos compravam o direito à liberdade com o próprio trabalho, o que tornava precária a entrada de negros no mundo dos homens livres, e fazia perdurar o domínio senhorial. Sem recursos para pagar aos senhores a indenização exigida para a liberdade, os...
Leia mais