Sua enciclopédia

Alimentação

30/07/2013 11:17

Estudo indica que hábitos alimentares são "programados" na vida fetal

Um estudo apresentado nesta terça-feira nos Estados Unidos indica que o comportamento alimentar começa a ser definido ainda no útero. A pesquisa usou ratos e descobriu que animais que eram subnutridos durante a gestação (restrição de crescimento intra-uterino, IUGR, na sigla em inglês) davam uma resposta mais intensa ao receberem açúcar no primeiro dia de vida. 

 

Segundo os cientistas, recém-nascidos de diferentes espécies reagem ao gosto doce com expressões de prazer, como se lamber ou chupar o dedo. Essas expressões "hedônicas" são relativas à atividade cerebral em regiões que respondem ao prazer e à recompensa. 

No estudo, os filhotes com IUGR recebiam uma gota de sacarose (açúcar) ou água - o mesmo ocorria para um grupo de controle, com gestação normal. Aqueles com desnutrição no útero apresentavam uma resposta "hedônica" mais intensa ao açúcar do que o grupo de controle. Conforme os pesquisadores, estudos anteriores indicam que, em humanos, essa restrição durante a gestação altera as preferências alimentares em diferentes idades adultas, levando os indivíduos a consumir mais açúcar e comidas ricas em gordura, e menos frutas e vegetais. Filhotes prematuros apresentam o mesmo tipo de comportamento que aqueles com IUGR. "Essa aproximação translacional nos permite estudar diferentes sistemas que pode afetar a preferência por comida em indivíduos com IUGR, o que irá apontar para alvos para intervenção planejada", diz Roberta Dalle Molle, líder do estudo. Mais de 20 mil crianças nascem anualmente com baixo peso em todo o mundo, parte das quais se tornará de adultos com problemas crônicos como doenças cardiovasculares, diabetes do tipo 2,  terosclerose. 

Fonte: https://noticias.terra.com.br 

Saiba Mais:  

Aquecimento Global (2)  Aquecimento Global 1 Energia Eólica  Os recursos  naturais  espécies  Autopolinização  Poluição radiativa  Atmosfera  Meio ambiente  vegetação  Tipo de Clima  Clima do Brasil  Água  

 

Pesquisar no site

Contato

alternativa https://alternativa22.webnode.com/